CONVÊNIOS DE SAÚDE

Em parceria com empresas de saúde que prestam serviços de assessoria em Medicina Ocupacional e Engenharia de Segurança do Trabalho oferecemos qualidade e comodidade no cumprimento das exigências legais quanto à saúde e segurança dos seus funcionários.

Todas as empresas têm uma extensa rede de clínicas e laboratórios credenciados.

Se você é associado, com um custo diferenciado por funcionário, poderá usufruir de exames periódicos obrigatórios, tais como:

– Admissional;
– Mudança de função;
– Retorno ao trabalho;
– Demissional.

Gratuitamente, nossos associados tem direito a elaboração e monitorização do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), além das visitas do engenheiro ou técnico de segurança do trabalho que farão a identificação, medição, avaliação quantitativa e laboratoriais dos riscos ambientais.

Mais informações, entre em contato com o atendimento ao cliente:
21 3231-6651 / E-mail: atendimento@sindrio.com.br

Confira abaixo a clínica mais próxima da sua empresa:

PRONTOCLINICA – CENTRO
Av Graça Aranha, 416 – 1º e 2º Piso
Centro – RJ

PRONTOCLINICA – IPANEMA
Rua Visconde de Pirajá,156 – sala 1104
Ipanema – RJ

CMT –  CENTRO MÉDICO E SEGURANÇA DO TRABALHO – MARACANÃ
Rua São Francisco Xavier, 989 – Lj J
Maracanã – RJ

QUALYTÁ OCUPACIONAL
Rua Rodrigo Silva, 34 – 2º Andar
Centro – RJ

Obtenha a guia de encaminhamento de exame e adquira mais informações através do email: atendimento@sindrio.com.br ou telefone: 21 3231-6651

 


NORMAS DO MINISTÉRIO

Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO)

A NR-7 estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação, por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados, do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO, com o objetivo de promoção e preservação da saúde do conjunto dos seus trabalhadores.

O Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO é um conjunto de ações elaboradas por um Médico do Trabalho a partir dos dados obtidos no ambiente de trabalho. Ele tem a função de prevenir e evitar doenças ocupacionais através de monitorização (exames clínicos e complementares) dos riscos inerentes às atribuições.

Este programa será elaborado após o PPRA, haja vista que o Médico do Trabalho necessita da descrição dos riscos reconhecidos pelo técnico, para que possa diagnosticar e controlar a interferência dos mesmos na saúde do trabalhador.

O Programa será elaborado por posto de trabalho e terá além da Coordenação Médica, pela qual fica responsável o médico do trabalho, o acompanhamento de um responsável técnico, ou seja, um funcionário da equipe do PCMSO será designado a administrar a área através de: controle e guarda de prontuários, controle de vencimento de exames e manutenção dos relatórios.

Os exames clínicos para emissão dos Atestados de Saúde Ocupacional, sejam eles admissional, periódico, retorno ao trabalho (após afastamento do empregado igual ou superior a trinta dias por motivo de doença ou parto), mudança de função (quando houver) e demissional, serão realizados por clínica devidamente habilitada. A manutenção dos Prontuários Clínicos de cada funcionário por um período de 20 (vinte) anos após seu desligamento deverá ser responsabilidade do médico coordenador.

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA)
A NR-9 estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação, por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados, do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA, visando à preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho, tendo em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

A elaboração e monitorização do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA – será realizada através de visitas de um Técnico de Segurança do Trabalho a todos os postos de trabalho da empresa. Esta visita consistirá na identificação dos riscos físicos, químicos e biológicos, porventura existentes no ambiente de trabalho e posteriormente, na emissão de um relatório que contenha as informações e riscos reconhecidos, com sugestões de adequação e melhorias.

Os riscos serão reconhecidos e posteriormente quantificados através de medições, que tem por função orientar a empresa, de acordo com os níveis e limites de tolerância recomendados pela legislação.