A crise serve para ficarmos mais criativos e nos reinventarmos. Com isso diversas iniciativas têm surgido para minimizar o enorme dano causado pela pandemia do novo corona vírus. Um modelo de ação criado em São Paulo e que pode ser seguido em todo Brasil é o “Menu do Amanhã”, que auxilia os pequenos empresários na área da gastronomia paulista a venderem vouchers antecipados em seus canais aos clientes. O objetivo da campanha é gerar faturamento para esses estabelecimentos em um momento de zero fluxo nas casas que tiveram de ser fechadas.

 

“Vamos disponibilizar para as pessoas a oportunidade de garantir um jantar em diversos restaurantes do Brasil. O cliente adquire o voucher, colabora com o restaurante neste momento delicado, e usufrui mais para frente, quando a situação se normalizar”, explica Gabriel Gasparini, o Gaspa, vencedor da última edição do O Aprendiz, idealizador da ideia que será hospedada em seu site (https://gaspaindica.com.br/).

 

A ideia é que tanto os clientes, quantos os empresários tenham ganhos. “De um lado, podemos fomentar e não deixar que esses empresários percam seus restaurantes, que geram tantos empregos e enriquecem a nossa gastronomia. Por outro, o cliente que ‘investiu’, recebe uma boa vantagem nesta compra antecipada”, complementa. Exemplo disso é a chef Renata Vanzetto que foi a primeira a aderir a esta ideia com o EMA (http://www.restauranteema.com.br/), seu restaurante autoral. Quem comprar um voucher agora vai pagar R$ 150 pelo menu degustação, que normalmente custa R$ 190.