Publicado em: 10/07/2019

O SindRio realizou, nesta terça-feira (09), o evento comemorativo sobre a conquista da redução do ICMS para o setor de alimentação e bebidas. O evento realizado no Rio Scenarium, na Lapa, contou com a presença do presidente do SindRio Fernando Blower, do Governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel, do Secretário de Estado de Fazenda Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho, do Secretário de Estado de Turismo, Otavio Leite, e do Vice-governador Cláudio Castro. O decreto nº 46680/2019, publicado no Diário Oficial no último dia 19, reduz para 4% a base de cálculo do ICMS para refeições e bebidas feitas em bares e restaurantes.

Para Fernando Blower, presidente do SindRio, o decreto vai possibilitar a retomada de contratações no setor. Ele ressaltou que esta conquista trouxe segurança jurídica e atratividade para os negócios no setor de Bares, Restaurantes e outros meios de alimentação.

“Essa é uma medida que vai salvar o nosso setor. É a volta da viabilidade desses negócios. Com certeza é uma retomada de empregos e investimentos. Ela permite que os negócios sejam sustentáveis. Somente neste primeiro semestre perdemos mil vagas de emprego, enquanto no Brasil inteiro estão contratando no setor”, comentou Fernando.

Blower falou da importância do setor ao lembrar que em 2018 a receita de bares e restaurantes chegou a R$ 9 bilhões, gerando 170 mil empregos diretos no Estado, sendo 110 mil somente na capital.

Em fala, o Governador Wilson Witzel enfatizou: “Para obter recursos nós não podemos aumentar a carga tributária, que já está demasiada. O estado do Rio de Janeiro já tem uma carga tributária elevada”, comentou Witzel durante a celebração pela nova lei.

Para o Secretário de turismo Otavio Leite, a gastronomia tem importância fundamental para atrair turistas. Para ele, o turismo pode ganhar muito com esta melhora para o setor de bares e restaurantes. “Esse é um setor de muita importância para o Rio de Janeiro. Um setor indispensável. Não há saída sem desenvolvimento”, afirmou.

O secretário de Fazenda, Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho, afirmou que o país estava em uma marcha de aumento da carga tributária e que isso fez com que os empresários perdessem a capacidade de investimento.

“A riqueza da cultura fluminense é o grande ativo do Rio de Janeiro e pautou o desenvolvimento cultural do país. Esse decreto traz duas soluções: não só reduz a carga de impostos, como simplifica a vida do contribuinte”, disse.

Já o Vice-governador Cláudio Castro compartilhou: “Hoje ao conversar com proprietários de bares e restaurantes a gente consegue ver novamente a alegria de viver nesse Estado. Isto mostra o quanto esta conquista é importante para todo o setor e povo carioca”, comemorou.


Assista a matéria TV Band (Jornal do Rio) – a partir do minuto 18.

Boa noite! Está no ar o Jornal do Rio.

Boa noite! Está no ar o Jornal do Rio.

Posted by Jornal do Rio on Tuesday, July 9, 2019

 


Fotos: