Publicado em: 25/06/2019

O Sindicado de Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SindRio) recebeu, nesta segunda-feira (24), a oficina culinária da ecochef Teresa Corção como parte da programação do projeto Gosto da Amazônia. A chef e organizadora do projeto foi a penúltima convidada.

A receita preparada pela ecochef teve como acompanhamento batata a murro e pétala de tomate além do ingrediente brasileiríssimo tucupi no molho do pirarucu. Foi feito na frigideira com manteiga, cebola caramelizada, vinho branco reduzido, creme de leite e tomilho. Além da finalização com pesto de rama de cenoura.

A ecochef trabalha com agricultores desde 2002, como o de farinha de mandioca do Pará e a partir de 2007 com o seu Instituto Maniva. Além de ter incluído os contatos dos seus fornecedores no cardápio do seu restaurante, O Navegador. Ela ainda lembrou que o pirarucu é o sustento e também o alimento da população da Amazônia.

“Estar atrás do balcão da cozinha que me deu a oportunidade de estar à frente do projeto”, falou Teresa que ainda completou para reflexão: “Atrás de um produto existe um produtor. E a colaboração do setor de restaurantes com os pescadores é o que o projeto simboliza”.

Desenvolvido a partir da necessidade de conquistar novos mercados e um número maior de consumidores para o produto, o Gosto da Amazônia é fruto de uma parceria entre as instituições responsáveis pelo manejo do pirarucu, o Instituto Maniva, cuja missão é promover a melhoria da qualidade alimentar da sociedade, valorizando o modelo de produção familiar e sustentável, e o Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio (SindRio), que representa institucionalmente mais de 11.000 estabelecimentos na cidade e está sempre em busca de novidades e melhorias para o setor.

A securitária Marcia Gonçalves elogiou: “Amo cozinhar, achei o peixe suave, uma combinação perfeita e já encomendei para um amigo que está na Espanha a dica do azeite espanhol”.

Na primeira etapa do projeto, 15 chefs da cidade testaram e aprovaram o pirarucu de manejo, e após a realização das oficinas no SindRio estão previstas mais três inciativas para estimular o consumo do produto no Rio: nove chefs viajarão para a Amazônia e conhecerão de perto a pesca do pirarucu e seus impactos sociais e econômicos nas comunidades que participam do manejo; em agosto, um quiosque especializado em receitas de pirarucu de manejo e uma barraca na feira de produtores com produtos amazônicos marcarão presença dentro do maior evento de Gastronomia do país, o Rio Gastronomia; e de 20 de setembro a 06 de outubro será realizado o Festival Gosto da Amazônia no CADEG, com restaurantes servindo pratos especiais preparados com pirarucu e lojas do mercado vendendo produtos da Amazônia.

O projeto Gosto da Amazônia vai receber hoje o último convidado: o chef Roland Villard.

#gostodaamazonia #pirarucudemanejo  #sindrio #pirarucusoseforlegal #gastronomiabrasileira #saboresamazonicos #ecochefs #institutomaniva